segunda-feira, 30 de abril de 2012

Lindo!


 

domingo, 29 de abril de 2012

Castro do Monte Mozinho, Galegos, Penafiel

Tradicional visita de Mãe Maria

Antigamente, no mês de Maio, era costume entre as pessoas católicas enviar uma imagem da virgem dentro de uma pequena caixa, que ia seguindo de casa em casa. Todas essas pessoas tinham muito orgulho em receber a imagem em suas casas. Era mesmo uma honra.
Em lembrança deste antigo costume, está sendo enviada, hoje, esta imagem da Virgem Maria, a fim de que ela te possa ajudar, caso aceites.
 

 
Se crês, ou não, será uma prova de amizade fazer seguir a mensagem, a fim de que a Virgem Maria viaje de casa em casa, de lar em lar, de escritório em escritório... Ela ficará bem se chegar no local em que alguém estiver precisando dela e ela possa ajudar... aliviar os problemas... Nossa Santa Mãe percorre o mundo inteiro levando embora nossas preocupações. Eu ta envio, mas não a retenhas. Ajuda a continuar o seu caminho, levando o socorro a outras pessoas, pois há muitos que estão precisando dela agora.
Boa Viagem, Nossa Senhora! 
E abençoe todas as casas em que passar

quarta-feira, 25 de abril de 2012

25 de Abril de 1974

Hoje, 38 anos passados sobre a "Revolução dos Cravos", dou por mim a pensar que, nos meus 10 anos de idade pouco me apercebi do que se estava a passar naquele dia: Lembro-me de estar a jogar à bola na rua e me terem dito que o "nosso" primeiro Ministro Marcelo Caetano, estava preso, com o canhão de uma "Chaimite" apontada à cabeça!
O que eu sabia do regime era pouco, mas era sobretudo relacionado com a guerra colonial, pois tive vizinhos que foram e não voltaram. Que foram e vieram "marados". E que, às escondidas da censura, conseguiam - que eu vi - trazer ou mandar fotos de corpos estropiados (brancos e negros) pela guerra.
Depois do 25 de abril propriamente dito, lembro-me de uma espécie de "caça às bruxas" e das vinganças populares aos conhecidos PIDEs da minha terra de então, Valongo. Vi gente a correr, fugindo das pedras dos populares.
Este fenómeno fez despoletar em mim um grande interesse pelo fenómeno do 25 de abril e da democracia. Até hoje, sinto e luto por estas simples ideias: democracia, ou seja, pluralismo de ideias, não às guerras coloniais ou outras, não às censuras, não às polícias políticas.
Porque houve este movimento de capitães que mudou o país, eu e os meus irmãos não fomos à guerra, que era um sonho muitas vezes repetido pela minha mãe, à mesa. Os meus filhos e os filhos de muitas mães também ficaram sem este "fardo". Só por isso, valeu a pena!
Viva o 25 de abril de 1974!


quinta-feira, 19 de abril de 2012

A Água é Importante para a nossa Saúde

Cerca de 90% dos ataques de coração ocorrem de manhã cedo e podem ser minimizados se tomarmos um ou dois copos de água (NÃO bebida alcoólica ou cerveja) antes do repouso da noite.

Eu sabia que a água é importante.

Mas nunca soube sobre as horas especiais para a beber.

Tu sabias?!

Bebendo água na hora correcta, maximizas a sua efectividade no corpo humano:

  • 1 copo de água depois de acordar – ajuda a activar os órgãos internos
  • 1 copo de água 30 minutos antes de uma refeição – ajuda a digestão
  • 1 copo de água antes de tomar um banho – ajuda a baixar a pressão sanguínea
  • 1 copo de água antes de ir para a cama – evita um derrame cerebral ou ataque de coração
Por favor, passa isto para as pessoas com as quais te preocupas...
Eu acabo de o fazer!!!...

domingo, 15 de abril de 2012

Ponto da Situação - Ricardo Araújo Pereira (divinal).


f
Ponto da situação
Passos Coelho bem avisou que iria fazer cortes na despesa. Só não disse que era na nossa. A nossa despesa com alimentação, habitação e transportes está cada vez menor...
 
Os portugueses vivem hoje num país nórdico
: pagam impostos como no Norte da Europa; têm um nível de vida como no Norte de África. Como são um povo ao qual é difícil agradar, ainda se queixam. Sem razão, evidentemente.

A campanha eleitoral foi dominada por uma metáfora, digamos, dietética: o Estado era obeso e precisava de emagrecer. Chegava a ser difícil distinguir o tempo de antena do PSD de um anúncio da Herbalife. "Perca peso orçamental agora! Pergunte-me como!" O problema é que, ao que parece, um Estado gordo é caro, mas um Estado magro é caríssimo. Aqueles que acusavam o PSD de querer matar o Estado à fome enganaram-se. O PSD quer engordá-lo antes de o matar, como se faz com o porco. Ninguém compra um bácoro escanzelado, e quem se prepara para comprar o Estado também gosta mais de febra do que de osso.


Embora o nutricionismo financeiro seja difícil de compreender, parece-me que deixámos de ter um Estado obeso e passámos a ter um Estado bulímico. Pessoalmente, preferia o gordo. Comia bastante mas era bonacheirão e deixava-me o décimo terceiro mês (o atual décimo segundo mês e meio, ou os décimos terceiros quinze dias) em paz.


Enfim, será o preço a pagar por viver num país com 10 milhões de milionários. Talvez o leitor ainda não tenha reparado, mas este é um país de gente rica: cada português tem um banco e uma ilha. É certo que é o mesmo banco e a mesma ilha, mas são nossos. Todos os contribuintes são proprietários do BPN e da Madeira. Tal como sucede com todos os banqueiros proprietários de ilhas, fizemos uma escolha: estes são luxos caros e difíceis de sustentar. Todos os meses, trabalhamos para sustentar o banco e a ilha, e depois gastamos o dinheiro que sobra em coisas supérfluas, como a comida, a renda e a eletricidade.


Felizmente, o governo ajuda-nos a gerir o salário com inteligência. Pedro Passos Coelho bem avisou que iria fazer cortes na despesa. Só não disse que era na nossa, mas era previsível. A nossa despesa com alimentação, habitação e transportes está cada vez menor. Afinal, o orçamento gordo era o nosso. Agora está muito mais magro, elegante e saudável.

Mais sobra para o banco e para a ilha.

 

 

sexta-feira, 13 de abril de 2012

"Menina nua" no Porto

"Menina nua"

Conheço esta estátua da "Menina nua" aqui no Porto.

Quando perguntava aos mais velhos quem era, diziam-me simplesmente que era a estátua da "Menina nua", mas ninguém me dizia quem era ou outros pormenores. Curiosamente todo o "tripeiro", respeitava e respeita a estátua, e todo o estrangeiro a fotografava. Só agora, sei todo o seu historial… não altero uma virgula ao texto que recebi e que muito agradeço.

Mais vale tarde que nunca.

 

 

A "Menina nua"

 

DESCONHECIA A HISTÓRIA DESTA FAMOSA ESTÁTUA !!!

 

 

A "Menina nua"


Uma estátua que todo o Porto conhece...

Chamava-se, Aurélia Magalhães Monteiro, e era conhecida por Lela, Lelinha ou pela «Ceguinha do 9» - para a eternidade ficará sempre a ser a «Menina Nua» da Av. dos Aliados, ou ainda uma estátua que toda a cidade conhece e aprecia.

Nasceu no dia 4 de Dezembro de 1910, na freguesia do Bonfim, e pouco tempo antes de falecer, dizia-me «que tinha sido uma das mulheres mais apreciadas e cobiçadas do seu tempo...».

Vivia no rés-do-chão do Bloco 9, do Bairro da Pasteleira, numa casa simples e humilde com flores a enfeitarem a entrada e a sala de jantar.

Um dia convidou-me a entrar e contou-me um pouco da história da «Menina Nua»: 

- «Tinha 21 anos quando fiz de modelo para o Henrique Moreira, o mestre que fez a estátua; mais tarde colocaram-me na Av. dos Aliados - que belos anos aqueles! Estive duas semanas a «posar» e ainda hoje recordo com alegria e saudade aqueles momentos de trabalho, pois posso morrer amanhã que todos ficarão a saber quem era a Lela... Além disso, nessa altura, dava-me bem com os artistas, era bonita e eles convidavam-me, andava por toda a parte, ganhei uns «cobres» com o Henrique Moreira, mas hoje... resta-me a consolação de estar ali, de costas voltadas para o Almeida Garrett e de frente para o D. Pedro IV. Perguntei-lhe nessa altura, se não tinham existido certos problemas com a estátua, a sua nudez, por exemplo: proibições, censuras?
Ela respondeu-me - «bem, sabe que naquela época, havia certos sectores que se opunham claramente e até ficaram escandalizados com a «Menina Nua»; nós éramos muito tacanhos, e veja bem que há 50 anos, a ideias eram realmente diferentes, havia o Salazar, a Pide e o povo era mais fechado, mais religioso - felizmente o mestre Henrique Moreira conseguiu «levar a água ao seu moinho», e lá fiquei de pedra e nua, assim como Deus me botou ao Mundo... (Sorriu de imediato, mostrando ainda réstias de um rosto bonito e de uma boca fina, onde rareavam já alguns dentes, vítimas do peso dos anos e das canseiras e desgraças da vida).

... Além disso, imagine uma «moçoila» no tempo «da outra senhora», a expor-se toda nua perante uns homens de tela e pincéis ou bocados de pedra, bem... era quase como ser comunista ou mulher da vida...

Fez-se uma pausa para mandar-mos umas «bocas» contra o sistema do antigamente e prossegui nessa altura, perguntando-lhe: 


- Quando e onde tinha começado a ser modelo? Antes de me responder, fica um pouco pensativa, levanta-se e encaminha-se para o seu quarto, vasculha dentro do guarda-vestidos e traz-me um amontoado de papéis e fotografias 

- Vá, veja lá tudo isto, diz-me: (anotei visualmente uma série de fotografias, pequenas referências, recordações e memórias da «Menina Nua»): «... De qualquer modo e se a memória não me falha, comecei com o mestre Teixeira Lopes, na figura-modelo da rainha D. Amélia, esta estátua encontra-se actualmente no Museu com o mesmo nome, em Vila Nova de Gaia. Nessa época, tinha muita vergonha - era uma «moçoila» com 18 anos, bem feita e bonita, a minha mãe tinha falecido e fiquei mais tarde com uma madrasta, de quem por acaso não gostava nada, por isso mudei-me para o Bonfim, para casa da minha santa avó. Que tempos... Nessa altura, iniciei-me como modelo nas Belas Artes do Porto e lentamente fui-me habituando, até que fiquei mais descarada... (Levantou a cabeça, e numa reflexão interior com risos de vaidade e inconformismo), continuou:... Ah, nesse tempo, punha a cabeça dos rapazes em fogo, era bonita e não havia ninguém que não me conhecesse como a «Menina Nua». Depois passei alguns anos como modelo, andei pelo Norte, pelo Sul e até a Lourenço Marques (hoje Maputo) eu fui: fiz de modelo para vários mestres, entre eles Acácio Lino, Joaquim Lopes, Dórdio Gomes, Sousa Caldas, Augusto Gomes, Camarinha e os consagrados, Henrique Moreira e Teixeira Lopes. Além da «Menina Nua», estou no Buçaco, no Cinema Rivoli, em Lisboa e em Moçambique... e hoje? como vê aqui estou desde os 43 anos cega, uma vida difícil de adaptação, um mundo escuro, negro. E mais negro se tornou, aquando da morte do meu marido, fiquei completamente só.
Hoje, passados alguns anos, tenho um casal a viver comigo, sempre me ajudam a pagar a renda e a «fazer-me» um pouco de companhia. Tenho umas ajudas do Centro de Dia da Terceira Idade, ligado ao Centro Social cá do bairro, onde vou almoçar e lanchar, enfim, sempre ajuda a passar o tempo e a velhice. Mas o que eu, mais desejava na vida, além de mais dinheiro para viver, era dos meus ricos olhos... (algumas lágrimas correram-lhe pelas faces, enquanto se preparava para ir almoçar ao Centro...) Despedi-me dela, tentando consolá-la com frases de carinho e amizade, mas... a vida é um cão que não conhece o dono; ela despediu-se (nessa altura), com um bom dia, entrecortado com um sorriso morgaiato, misto de Ribeira, Bonfim e Pasteleira...

Aurélia Magalhães Monteiro, a Lela, Lelinha, ou a «Ceguinha do 9», faleceu no dia 2 de Junho de 1992, com 82 anos de idade; no entanto a «Menina Nua», continua viva, fixa e eterna, ali na Av. dos Aliados envolta nos nevoeiros citadinos, perpétua e ardente, nos dramas e vitórias deste povo.

Do livro Pasteleira City, de Raul Simões Pinto – edições pé de cabra – Fevereiro de 1994

sábado, 7 de abril de 2012

Imagens que não têm preço!!! A última foto diz tudo...

Por vezes tomamos certas atitudes menos positivas para com os seres vivos, incluindo os humanos. 


Mas antes de a tomarmos deveríamos rever estas imagens e dar a mão àquele que está ao nosso lado.


Olha que amor, todos são fofos; estas fotos mostram que os animais são tão ou mais sensíveis que nós, seres humanos!!

 

Uma grande verdade!!!!!!!!!!!!!!!!
 

 

 









































Esta é a  "foto do ano"



















































A seguinte imagem é comovente!
Uma cadela Doberman está grávida.
O bombeiro acaba de a salvr de um incêndio em sua casa, colocando-a no jardim,
 e lá continuou sua luta contra o fogo.


Quando finalmente conseguiu apagar o fogo,

sentou-se para tomar um pouco de ar e descansar.

Um fotógrafo do jornal Notícias da Carolina do Norte/EUA, 
notou que a cadela observava à distância o bombeiro.


Viu a Doberman caminhar direto até o bombeiro, 
e perguntou-se o que ela vai fazer...?


Assim que levantou sua máscara, o animal chegou até o homem cansado que acabara de salvar a sua vida e de seus bébés.


O fotógrafo captou o momento exato em que a cadela beijou o bombeiro.


 
 POUCOS DE NÓS HUMANOS, TEMOS O GESTO NOBRE DE AGRADECER A QUEM NOS FAZ BEM.


ESTA FOTO MOSTRA-NOS QUE ATÉ AS OUTRAS ESPÉCIES ANIMAIS TEM O SENTIDO DA GRATIDÃO.


O NÃO AGRADECER A QUEM NOS FAZ O BEM, DEMONSTRA O QUANTO AINDA TEMOS QUE SOFRER PARA NOS TORNARMOS HUMANOS...!!!

 

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Para fans dos Ultravox: Um video com o "Making of" da nova música "Brilliant"


YouTube centro de ajuda | Alterar Preferências de E-mail

officialultravox acabou de carregar um vídeo:

Short clip from the making of Ultravox's brand new studio album 'Brilliant', out May 28th. mais

Pode anular a subscrição de notificações para este utilizador, visitando As minhas subscrições.

© 2011 YouTube, LLC
901 Cherry Ave, San Bruno, CA 94066