domingo, 13 de setembro de 2009

Apito vermelho


Não se passa nada...
 

O delegado João Pedro Simões Dias foi punido com uma suspensão de 18 meses pela Comissão Disciplinar da Liga, devido à adulteração intencional do relatório do jogo Benfica-Nacional da época passada.

 O delegado da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) no Benfica-Nacional da última época foi suspenso por 18 meses, devido à "falsificação" do relatório do jogo. A decisão foi hoje anunciada pela Comissão Disciplinar, em virtude do comportamento do delegado João Pedro Simões Dias, que "intencionalmente" não referiu a postura de Nuno Gomes, que viria a ser punido pelo árbitro Pedro Henriques com dois jogos de castigo e multa de mil euros por "factos ocorridos no jogo e infracção disciplinar". O encontro ficou marcado por um golo anulado ao Benfica nos últimos minutos, com a partida a terminar empatada (0-0).

"Tal delegado presenciou, após o jogo, no túnel de acesso aos balneários e junto da equipa de arbitragem, comportamentos injuriosos de agentes desportivos e tais comportamentos lhe foram comunicados pela mesma equipa de arbitragem", adianta o acórdão da Comissão Disciplinar da Liga.
 
Isto já para não falar no comportamento do "grande senhor do futebol mundial" Rui Costa nos túneis de acesso aos balneários.
Imaginem que tinha sido o Paulo Bento... ui ui.
 
Uns só são apanhados através de escutas outros é à descarada (à benfica) e os outros são os calimeros.
 
 
 



Sem comentários: