quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Um primeiro ministro muito flexível



 
Exercício anti-stress recomendado pelos Médicos

Clicar com o rato sobre o PM; arraste-o, faça-o dar cambalhotas,


Sustenha a sua queda, ajude-o  a cair... o que quiser,

O importante é conseguir aliviar o seu stress.

 
 
 
 

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

DENMARK SHAME ON YOU!!! Dinamarca, VERGONHA MUNDIAL!!!

 

... Dinamarca, uma VERGONHA MUNDIAL!!!!

O mar se tinge de vermelho, entretanto não é devido aos efeitos climáticos da natureza.




Se deve a crueldade com que os seres humanos (ser civilizado) matam centenas dos famosos e inteligentíssimos.
Golfinhos Calderon.




Isso acontece ano após ano na Ilha Feroe na Dinamarca. Deste massacre participam principalmente jovens
Por que?

Para demonstrar que estes mesmo jovens já chegaram a uma idade adulta, estão maduros





Em tal celebração, nada falta para a diversão
TODOS PARTICIPAM DE UMA MANEIRA OU DE OUTRA, matando ou vendo a crueldade "apoiando-a como espectador"
.

 





Cabe mencionar que o golfinho calderon, como quase todas as outras espécies de golfinhos, se aproxima do homem unicamente para interagir e brincar em gesto de pura amizade.







Eles não morrem instantaneamente, são cortados uma ou duas vezes com ganchos grossos. Nesse momento os golfinhos produzem um som estridente bem parecido ao choro de um recém-nascido.





Mas sofre e nã há compaixão até que este dócil ser se sangre lentamente e sofra com feridas enormes até perder a consciência e morrer no seu próprio sangue.

 




Finalmente estes heróis da ilha, agora são adultos racionais e direitos, já demonstraram sua maturidade.




Basta

Encaminhremos este e-mail até que o mesmo chegue àlguma associação de defesa dos animais, não leremos somente.
Isso nos transformaria em cúmplices, ESPECTADORES.



sábado, 26 de setembro de 2009

Luso-descendente no top ten da revista "Fortune"


http://www.ionline.pt/conteudo/24616-maria-e-uma-das-dez-mulheres-mais-poderosas-do-mundo

Luso-descendente no top ten da revista "Fortune"
Maria é uma das dez mulheres mais poderosas do mundo
por Kátia Catulo, Publicado em 25 de Setembro de 2009

A popularidade da portuguesa subiu em flecha após salvar 75 mil postos de trabalho
Maria Ramos. Para uma boa parte dos portugueses é mais uma Maria que emigrou com os pais para África do Sul, na década de 60. Mas para a revista americana "Fortune" ela é mais poderosa do que a rainha de Inglaterra, mais importante do que a secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, e mais popular do que a apresentadora da televisão Oprah Winfrey. Maria Ramos é directora executiva do grupo bancário sul-africano ABSA e ocupa o nono lugar entre as 50 mulheres mais influentes do mundo.

Pode até ser uma surpresa para muitos portugueses, mas não é motivo de espanto para a maioria dos sul-africanos, habituados a ver a economista luso-descendente na lista da publicação americana desde 2005, tendo ocupado, no ano passado, o 28º lugar. Maria Ramos é uma espécie de pop star do mundo financeiro que aparece na imprensa por tudo e por nada: quando se casou em 2006 com o antigo ministro das Finanças foi notícia; tal como quando teve um acidente de carro, ou quando esteve internada por causa de enxaquecas prolongadas.

É notícia desde 1994, quando ocupou o cargo de directora-geral do Tesouro no primeiro governo de Nelson Mandela. E continuou a encher páginas de jornais quando, em 2004, passou a liderar a empresa pública Transnet. Salvar a companhia de portos e caminhos de ferro da ruína foi o seu primeiro grande desafio. Todos acreditaram que seria mulher para isso. Menos ela. "Estamos em sérias dificuldades se o futuro desta empresa depende de mim", desabafou a empresária durante a cerimónia de tomada de posse. Não podia estar mais errada.

A mulher dos milhões Sob a sua liderança, a Transnet transformou - com recurso a um plano de reestruturação e separação do grupo em várias empresas autónomas e investimentos em áreas críticas um passivo de 6,3 mil milhões de randes (572 milhões de euros) em 2004 num lucro operacional de 4,3 mil milhões de randes (390 milhões de euros) em 2008.

A proeza foi reconhecida por todos. Patrões, sindicatos e todos os sectores da economia sul-africana renderam-se ao talento da empresária que conseguiu salvar 75 mil postos de trabalho. E desde aí a sua popularidade subiu em flecha. Em 2005, um inquérito nacional colocou Maria Ramos como a mulher mais influente do país, depois do ex-presidente Mlambo-Ngcuka; meses mais tarde foi considerada "Líder do Ano" pelo jornal inglês "Sunday Times" e, este ano, ganhou em Londres o galardão "Outstanding Business Woman of The Year" (Proeminente Empresária do Ano).

Desde Março está à frente do grupo bancário ABSA (Amalgamated Banks of Southern Africa), que emprega 34 mil funcionários, tem 8,1 milhões de clientes, 720 balcões espalhados por todo o continente africano e passivos avaliados em 466 mil milhões de randes.

O ABSA é um dos maiores grupos bancários sul-africanos, detido maioritariamente pelos ingleses do Barclays. Os mesmos ingleses e o mesmo banco que são, em parte, responsáveis por Maria Ramos ter triunfado num território que ainda pertence aos homens.

Enquanto estudava na Universidade de Londres, Maria ouviu falar de uma bolsa de estudos oferecida pelo Barclays só para os alunos. Estranhou que as alunas não tivessem também direito ao prémio atribuído pelo banco em que trabalhou como funcionária para pagar os custos da sua educação. Candidatou-se e, em 1983, ganhou a bolsa Barclays Bank Graduate Scholarship, que a permitiu avançar nos estudos sem olhar a despesas.

Foi o primeiro passo para a sua carreira. Maria Ramos trabalhou na área financeira da banca privada, fez parte da equipa do Congresso Nacional Africano (ANC) durante a transição para democracia, ocupou vários cargos no Ministério das Finanças e em empresas públicas sul-africanas.

Resta saber qual vai ser o próximo lugar que a luso-descendente quer ocupar no futuro. Basta querer. Maria está entre as dez mulheres mais influentes do mundo, segundo o ranking da revista "Fortune".


sábado, 19 de setembro de 2009

Pensamentos


Paradoxo de Nosso Tempo
(George Carlin)

"O paradoxo do nosso momento na História é termos prédios mais altos, mas
paciência curta; rodovias mais largas, mas pontos de vista mais estreitos.

Nós gastamos mais, mas possuímos menos; compramos mais, mas aproveitamos
menos.

Nós temos casas maiores e famílias menores, mais conveniências e menos
tempo; nós temos mais diplomas, mas menos razão; mais conhecimento, mas
menos juízo; mais especialistas e ainda mais problemas, mais medicina, mas
menos bem-estar.

Nós bebemos demais, fumamos demais, gastamos sem critério, dirigimos rápido
demais, ficamos acordados até muito tarde, acordamos muito cansados, lemos
muito pouco, assistimos TV demais, e rezamos raramente.

Multiplicamos nossos bens, mas reduzimos nossos valores.

Nós falamos demais, amamos raramente, odiamos freqüentemente.

Aprendemos a sobreviver, mas não a viver; adicionamos anos à nossa vida e
não vida aos nossos anos.

Fomos e voltamos à Lua, mas temos dificuldade em cruzar a rua e encontrar um
novo vizinho.

Conquistamos o espaço, mas não o nosso próprio.

Fizemos coisas maiores, mas não melhores.

Limpamos o ar, mas poluímos a alma; dominamos o átomo, mas não nosso
preconceito;

Escrevemos mais, mas aprendemos menos; planejamos mais, mas realizamos
menos. Aprendemos a nos apressar, e não a esperar.

Nós construímos mais computadores para armazenar mais informação, produzir
mais cópias do que nunca, mas nos comunicamos menos.

Estamos na era do fast-food e da digestão lenta; do homem grande, de caráter
pequeno; lucros acentuados e relações vazias.

Essa é a era de dois empregos, vários divórcios, casas chiques e lares
despedaçados.

Essa é a era das viagens rápidas, fraldas e moral descartáveis, das
rapidinhas, dos corpos obesos e das pílulas que fazem tudo, de animar a
acalmar, matar.

Um momento de muita coisa na vitrine e muito pouco na dispensa.

Uma era que leva essa mensagem a você, e uma era que te permite dividir essa
reflexão ou simplesmente apagá-la.


Lembre-se de passar tempo com as pessoas que ama, pois elas não estarão por
aqui para sempre.

Lembre-se de dizer uma palavra gentil a alguém que te admira com fascinação,
pois essa pequena pessoa logo irá crescer e abandonar sua companhia.

Lembre-se de dar um abraço carinhoso a quem está do seu lado, pois esse é o
único tesouro que você pode dar com seu coração, e não custa um centavo
sequer.

Lembre-se de dizer "eu te amo" a sua companheira(o) e às pessoas que ama,
mas em primeiro lugar, ame.

Um beijo e um abraço curam a dor quando vem de lá de dentro.

Lembre-se de segurar a mão e enaltecer o momento, sabendo que um dia aquela
pessoa não estará mais aqui.

Conceda-se tempo para amar, conceda-se tempo para falar, conceda-se tempo
para compartilhar os seus preciosos pensamentos.

O segredo da vida não é ter tudo que você quer, mas querer tudo que você
tem!"


Para manter o nivel


Como mostrar e manter 1 certo ní­vel de insanidade...

Está farto disso ?

Quer pirar-se e não sabe como ?

Como mostrar e manter um certo nível de insanidade...

1. Na sua hora de almoço, sente-se no seu carro estacionado, ponha os óculos escuros e aponte um secador de cabelos para os carros que passam. Veja se eles diminuem a velocidade.

2. Sempre que alguém lhe pedir para fazer alguma coisa, pergunte se quer batatas fritas a acompanhar.

3. Encoraje os seus colegas de gabinete a fazer uma dança de cadeiras sincronizada consigo.

4. Coloque o seu recipiente do lixo sobre a mesa de trabalho e escreva nele, " Entrada "

5. Desenvolva um estranho medo de agrafadores.

6. Ponha café descafeinado na máquina de café, durante três semanas. Quando
todos tiverem perdido o vício da cafeína, mude para café expresso.

7. No verso de todos os seus cheques, escreva, " referente a suborno "

8. Sempre que alguém lhe disser alguma coisa, responda, " isso é o que tu pensas "

9. Termine todas as suas frases com, " de acordo com a profecia "

10. Ajuste o brilho do seu monitor para o ní­vel máximo, de forma a iluminar toda a área de trabalho. Insista com os outros que gosta assim.

11. Não use pontuação nos seus textos.

12. Sempre que possí­vel, salte em vez de andar.

13. Pergunte às pessoas de que sexo são. Ria, histericamente, depois delas responderem.

14. Quando for à Ópera, cante com os actores.

15. Vá a um recital de poesia e pergunte por que é que os poemas não rimam.

16. Descubra onde o seu chefe faz compras e compre exactamente as mesmas roupas. Use-as um dia depois do seu chefe as usar. Tem, ainda, mais impacto, se o seu chefe for do sexo oposto.

17. Mande E-mail's para o resto da empresa, dizendo o que está a fazer, em cada momento. Por exemplo: " Se precisarem de mim, estou na casa de banho ".

18. Coloque um mosquiteiro à volta da sua secretária e ponha um CD com sons da floresta, durante o dia inteiro.

19. Quando sair dinheiro da caixa automática, grite.

20. Ao sair do jardim zoológico, corra na direcção do parque de estacionamento, gritando, " Salve-se quem puder ! Eles estão soltos ! "

21. À hora do jantar, anuncie aos seus filhos: " devido à nossa situação económica, teremos de mandar embora um de vós "

22. Todas as vezes que vir uma vassoura, grite, " Amor, a tua mãe chegou ! "

A seguir, a última forma de manter um ní­vel saudável de insanidade ... e concretizar os seus objectivos:

23. Mande este texto para todos os seus amigos, MESMO que eles já lhe tenham pedido para não lhes mandar mais nada...

TESTE


MUITO LINDA ESTA MENSAGEM

Convite da Locura
 

    A Loucura resolveu convidar os amigos para tomar um café em sua
casa.
Todos os convidados foram. Após o café, a Loucura propôs:
-Vamos brincar de esconde-esconde?
-Esconde-esconde? O que é isso?- perguntou a Curiosidade.
-Esconde-esconde é uma brincadeira. Eu conto até cem e vocês se escondem.Ao terminar de contar, eu vou procurar, e o primeiro a ser encontrado será o próximo a contar.

Todos aceitaram, menos o Medo e a Preguiça.
- 1,2,3,...- a Loucura começou a contar.
A Pressa escondeu-se primeiro, num lugar qualquer. A Timidez, tímida como sempre, escondeu-se na copa de uma árvore. A Alegria correu para o meio do

jardim. Já a Tristeza começou a chorar, pois não encontrava um local
apropriado para se esconder. A Inveja acompanhou o Triunfo e se escondeu perto dele debaixo de uma pedra. A Loucura continuava a contar e os seus amigos

iam se escondendo. O Desespero ficou desesperado ao ver que a
Loucura já estava no noventa e nove.
- CEM! - gritou a Loucura. - Vou começar a procurar..
A primeira a aparecer foi a Curiosidade, já que não agüentava
mais querendo saber quem seria o próximo a contar. Ao olhar para o lado, a
Loucura viu a Dúvida em cima de uma cerca sem saber em qual dos lados ficar
para melhor se esconder. Eassim foram aparecendo a Alegria, a Tristeza, a
Timidez...
Quando estavam todos reunidos, a Curiosidade perguntou:
- Onde está o Amor?
Ninguém o tinha visto. A Loucura começou a procurá-lo. Procurou em cima da montanha, nos rios, debaixo das pedras e nada do Amor  aparecer.

Procurando por todos os lados, a Loucura viu uma roseira, pegou um pauzinho e começou a procurar entre os galhos, quando de repente ouviu um grito. Era o Amor, gritando por ter furado o olho com um espinho. A Loucura não sabia o que fazer. Pediu desculpas, implorou pelo perdão do Amor e até prometeu segui-lo para sempre. 

O Amor aceitou  as desculpas.                                                                  
Hoje, o Amor é cego e a Loucura o acompanha sempre.
Esta mensagem deve sair do teu email em 96 horas. Por favor
mande 10 cópias e verá o que te sucede em quatro dias!!!


As CoIsAs BoAs Da ViDa .......

 
 
 
AS COISAS BOAS DA VIDA
 
1. Apaixonar-se.
2. Rir tanto até que as faces doam.
3. Um chuveiro quente.
4. Um supermercado sem filas.
5. Um olhar especial.
6. Receber correio.
7. Conduzir numa estrada linda.
8. Ouvir a nossa música preferida no rádio.
9. Ficar na cama a ouvir a chuva cair lá fora.
10. Toalhas quentes acabadas de serem brunidas.
11. Encontrar a camisola que se quer em saldo a metadedo preço.
12. Batido de chocolate (ou baunilha) (ou morango).
13. Uma chamada de longa distância.
14. Um banho de espuma.
15. Rir baixinho.
16. Uma boa conversa.
17. A praia.
18. Encontrar uma nota de 20 euros no casaco penduradodesde o último inverno.
19. Rir-se de si mesmo.
20. Chamadas à meia noite que duram horas.
21. Correr entre os jactos de água de um aspersor.
22. Rir por nenhuma razão especial.
23. Alguem que te diz que és o máximo.
24. Rir de uma anedota que vem à memória.
25. Amigos.
26. Ouvir acidentalmente alguem dizer bem de nós.
27. Acordar e verificar que ainda há algumas horas paracontinuar a dormir.
28. O primeiro beijo (ou mesmo o primeiro ou o primeiro com novo parceiro).
29. Fazer novos amigos ou passar o tempo com os velhos
30. Brincar com um cachorrinho.
31. Haver alguem a mexer-te no cabelo.
32. Belos sonhos.
33. Chocolate quente.
34. Fazer-se à estrada com amigos.
35. Balancear-se num balancé.
36. Embrulhar presentes sob a árvore de Natal comendo chocolates e bebendo a bebida favorita.
37. Letras de canções na capa do CD para podermos cantá-las sem nos sentirmos estúpidos.
38. Ir a um bom concerto.
39. Trocar um olhar com um belo desconhecido.
40. Ganhar um jogo renhido.
41. Fazer bolachas de chocolate.
42. Receber de amigos biscoitos feitos em casa.
43. Passar tempo com amigos íntimos.
44. Ver o sorriso e ouvir as gargalhadas dos amigos.
45. Andar de mão dada com quem gostamos.
46. Encontrar por acaso um velho amigo e ver que algumas
coisas (boas ou más) nunca mudam.
47. Patinar sem cair.
48. Observar o contentamento de alguem que está a abrir um presente que lhe ofereceste.
49. Ver o nascer do sol.
50. Levantar-se da cama todas as manhãs e agradecer outro belo dia.
 
PASSEM ESTAS COISAS NATURAIS A PELO MENOS 7 PESSOAS NA PRÓXIMA MEIA HORA E ALGO FANTÁSTICO VOS ACONTECERÁ NAS PRÓXIMAS HORAS.
 
 
Enviem esta mensagem a quem vo-la remeteu.
Amigos são anjos que nos levantam pelos pés quando as nossas asas não se conseguem lembrar de como se voa...........
 

INVERSÃO DE VALORES - Moral ao mais alto nível.


E, INFELIZMENTE, NÃO É SÓ NO  BRASIL!!!

Em Portugal a  situação é a mesma !!!

O  MELHOR TEXTO DESTE ANO * 
 INVERSÃO DE VALORES -  CARTA DE UMA MÃE PARA OUTRA MÃE(ASSUNTO  VERÍDICO).

*Carta enviada de uma mãe para  outra mãe em São  Paulo, após um noticiário na TV:

 De mãe para  mãe...

'Vi o seu enérgico protesto diante das câmaras de televisão contra  a transferência do seu filho, menor, infractor, das dependências da prisão  em São Paulo   para outra dependência prisional no interior do Estado de São Paulo. 
 
Vi você  se queixando   da distância que agora a separa do seu filho, das dificuldades e  das despesas que passou a ter, para visitá-lo, bem como de outros inconvenientes  decorrentes daquela mesma transferência. 
 
Vi também toda a cobertura que os  média deram a este facto, assim como vi que não só você, mas igualmente outras  mães na mesma situação que você, contam com o apoio de Comissões Pastorais,  Órgãos e Entidades de Defesa de Direitos Humanos, ONG's, etc...

Eu também  sou mãe e, assim, bem posso compreender o seu protesto. Quero, com ele, fazer  coro.     No entanto, como verá, também é enorme a distância  que me separa do meu filho. 
 
Trabalhando e ganhando pouco, idênticas são as  dificuldades e as despesas que tenho para visitá-lo. 
 
Com muito sacrifício, só  posso fazê-lo aos domingos porque labuto, inclusive aos sábados, para auxiliar  no sustento e educação do resto da família.  Felizmente conto com o meu  inseparável companheiro, que desempenha, para mim, importante papel de amigo e conselheiro espiritual.

Se você ainda não sabe, sou a mãe daquele jovem que o seu filho matou cruelmente num assalto a um vídeo-clube, onde ele, meu filho,  trabalhava durante o dia para pagar os estudos à noite.

No próximo  domingo, quando você estiver abraçando, beijando e fazendo carícias ao seu  filho, eu estarei visitando o meu e depositando flores na sua humilde campa  rasa, num cemitério da periferia...

Ah! Já me ia esquecendo: e também  ganhando pouco e sustentando a casa, pode ficar tranquila, pois eu estarei pagando de novo, o colchão que seu querido filho queimou lá, na última  rebelião de presidiários, onde ele se encontrava cumprindo pena por ser um criminoso. 
 
No cemitério, ou na minha casa, NUNCA apareceu nenhum  representante dessas 'Entidades' que tanto a confortam, para me dar uma só  palavra de conforto, e talvez indicar quais "Os meus direitos".

Para  terminar, ainda como mãe, peço "por favor": 
 
Faça circular este manifesto!  Talvez se consiga acabar com esta (falta de vergonha) inversão de valores que  assola o Brasil e não só...
Direitos humanos só deveriam ser para "humanos  direitos" !!!

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Melhor é aceitar............


DEUS CRIOU O BURRO E DISSE:
Trabalharás incansavelmente de sol a sol, carregando fardo nos lombos.

Comerás capim , não terás inteligência alguma e viverás 60 ANOS.
SERÁS BURRO

O BURRO RESPONDEU:

Serei burro, mas viver 60 ANOS é muito, Senhor.

Dá-me apenas 30 ANOS
Deus lhe deu 30 ANOS.

 
DEUS CRIOU O CACHORRO E DISSE:
Vigiarás a casa dos homens e serás seu melhor amigo.

Comerás os ossos que ele te jogar e viverás 20 ANOS.
SERÁS CACHORRO

O CACHORRO RESPONDEU:

Senhor, comerei ossos, mas viver 20 ANOS é muito.

Dá-me 10 ANOS.
Deus lhe deu 10 ANOS.

 
DEUS CRIOU O MACACO E DISSE:
Pularás de galho em galho, fazendo macaquices, serás divertido e viverás 20 ANOS.
SERÁS MACACO

O MACACO RESPONDEU:

Senhor, farei macaquices engraçadas, mas viver 20 ANOS é muito.

Dá-me apenas 10 ANOS.
Deus lhe deu 10 ANOS.

DEUS CRIOU O HOMEM E DISSE:

Serás o único ser racional sobre a face da Terra, usarás tua inteligência para te sobrepores aos demais animais e à Natureza.

Dominarás o Mundo e viverás 30 ANOS.
O HOMEM RESPONDEU:

Senhor, serei o mais inteligente dos animais, mas viver 30 ANOS é muito pouco.

Dá-me os 30 ANOS que o BURRO rejeitou, os 10 ANOS que o CACHORRO não quis, e também os 10 ANOS que o MACACO dispensou.

E ASSIM DEUS FEZ O HOMEM
...
Está bem...

Viverás 30 ANOS como HOMEM.
Casarás e passarás a viver 30 ANOS como BURRO, trabalhando para pagar as contas e carregando fardos. Serás aposentado pelo INSS, vivendo 10 ANOS como CACHORRO, vigiando a casa.
E depois ficarás velho e viverás mais 10 ANOS como MACACO, pulando de casa em casa, de um filho para outro, e fazendo macaquices para divertir os NETOS...


Hospital de Santa Maria - Como usar a aspirina noataque cardíaco, em caso de emergência


  Como usar a aspirina no ataque cardíaco, em caso de emergência

Uma Nota importante sobre os ataques cardíacos:

Fique sabendo que há outros sintomas de ataques cardíacos, para além da dor no braço esquerdo.
Deve também prestar atenção a uma dor intensa no queixo, assim como às náuseas e aos suores abundantes, pois estes também não são sintomas vulgares.
Detalhe: Pode-se não sentir nunca uma primeira dor no peito, durante um ataque cardíaco. 60% das pessoas que tiveram um ataque cardíaco enquanto dormiam, já não se levantaram.
Porém... a dor no peito, pode acordá-lo dum sono profundo.
Se assim for, dissolva imediatamente duas Aspirinas na boca e engula-as com um pouco de água.
Em seguida, ligue para o 112 e diga 'ataque cardíaco' e que tomou 2
Aspirinas.

Sente-se numa cadeira ou sofá e espere pela chegada dos atendentes da Emergência do 112 e ... ...NÃO SE DEITE!!!!
Um cardiologista afirmou que, se cada pessoa que ao receber este mail o enviar para 10 outras pessoas, com certeza pelo menos uma vida poderá ser salva! .....

Eu já fiz o meu trabalho!!!!!!!

Espero que faças o teu......

 
 
 

 

 

 
 
 

 

III Grande Prémio de Atletismo de Lousada



 

O Município de Lousada irá realizar no próximo dia 25 de Outubro, o III Grande Prémio de Atletismo – Vila de Lousada.

A prova terá início às 10h30m e terá uma distância de cerca de 10.000 metros.

Os escalões em competição serão os de Seniores, masculinos e femininos, Veteranas (escalão único), Seniores I (40-49 anos) e Seniores II (+50 anos).

A organização não se responsabiliza por qualquer acidente nem pela condição física dos atletas. Os atletas devem ser portadores do B.I. no dia da prova, para confirmação da inscrição e do escalão em competição. Os atletas juniores não podem participar na prova.

A inscrição para o evento poderá ser feita através de formulário próprio disponível em www.cm-lousada.pt e enviada até dia 19 de Outubro para o Município via email ou fax e terá o custo de 2,5€ (a pagar no dia da competição). Poderão também ser efectuadas inscrições no próprio dia, a partir das 9h00, no secretariado situado junto às Piscinas Municipais de Lousada, com um custo de 4€.

Realizar-se-à em simultâneo com o Grande Prémio, uma caminhada, em percurso distinto (por monte), para os acompanhantes dos atletas e demais pessoas interessadas em participar (não aconselhado a crianças em carrinho de bebes).

Contamos com a vossa colaboração na divulgação do evento, junto dos vossos associados e interessados.

Sem outro assunto.

 

Com os melhores cumprimentos:

 

 

Gabinete Desporto

Câmara Municipal de Lousada
Pr. Dr. Francisco Sá Carneiro
Apartado 19
4624 -909 Lousada

www.cm-lousada.pt

Telef. (+351) 255820500

Fax.   (+351) 255820550

 

cmlosuada


Água e sabão contra o cancro - sério

Achei que era muito importante partilhar esta notícia com vocês.

Aos homens para quem vou enviar esta mensagem, passem a

informação às vossas mulheres, mães e todas aquelas mulheres que

conhecem.

Saúde para todos.


ESTA MENSAGEM ESTÁ A SER DIVULGADA POR UMA BIOQUÍMICA

URUGUAIA IDENTIFICADA ABAIXO.



Há um tempo atrás, fui a um seminário, sobre Cancro da Mama,

conduzido por Terry Birk, com o apoio de Dan Sullivan. Durante os

debates, perguntei porque razão a zona mais comum para desenvolver

tumores cancerígenos no peito é perto da axila. A minha pergunta não

pode ser respondida na hora. Esta informação foi-me enviada

recentemente, e alegro-me por a minha pergunta ter sido respondida.

Informei uma amiga que está a fazer quimioterapia e ela comentou

que já tinha esta  informação, obtida num grupo de apoio que está a

frequentar.


Agora quero compartilhar a informação com vocês.



A principal causa de Cancro da Mama é o uso de

anti-transpirantes!





Sim, ANTITRANSPIRANTES. A maioria dos produtos no mercado são

uma combinação de anti-transpirantes/desodorizantes. vejam bem os

rótulos!!

DESODORIZANTE está bem, ANTI-TRANSPIRANTE, não.


A concentração das toxinas provoca a mutação das células:

CÂNCRO.

Eis aqui a razão:

O corpo humano tem apenas algumas áreas por onde pode eliminar

as toxinas: atrás dos joelhos, atrás das orelhas, a área das virilhas e as

axilas.

As toxinas são eliminadas com a transpiração. Os

anti-transpirantes, como seu nome diz, evitam a transpiração; portanto,

inibem o corpo de eliminar as toxinas através das axilas.

Estas toxinas não desaparecem por artes magicas. Como não saem

pelo suor o organismo deposita-as nas glândulas linfáticas que se

encontram debaixo dos braços.

A maioria dos tumores cancerígenos do seio, ocorrem neste

quadrante superior da área da mama. Precisamente onde se encontram as

glândulas.

Nos homens parece ocorrer em menor proporção, mas também não

estão isentos de desenvolver Cancro da Mama por causa dos

anti-transpirantes.

      A diferença está no facto de os anti-transpirantes usados pelos

homens não serem aplicados directamente sobre a pele; ficam, em grande

parte, nos pêlos axiais.

As mulheres que aplicam anti-transpirantes logo após raparem ou

depilarem as axilas, aumentam o risco devido a minúsculas feridas e

irritações da pele, que fazem com que os componentes químicos nocivos

penetrem mais rapidamente no organismo.



Por favor, passem esta mensagem a todas as pessoas.

O Cancro da Mama está a tornar-se tremendamente comum, e este

aviso pode salvar algumas vidas.

Se de alguma forma duvidam desta informação, podem fazer as

vossas próprias investigações.

Provavelmente vão chegar à mesma conclusão.

FAVOR DIVULGAR A TODAS AS MULHERES, POR TODOS OS MEIOS

DISPONÍVEIS.


MSc. GABRIELA CASANOVA LARROSA, Prof. Assistente Dpto. De

Biologia Celular e Molecular, Séc Biologia Celular

Faculdade de Ciências, Universidade da República Oriental do Uruguay.


Eu já cumpri o meu dever...


Cumpre o teu também!


 

Arranja um amante


Texto: Dr. Jorge Bucay

Livro: "Hay que buscarse un Amante"


Muitas pessoas têm um amante, e outras gostariam de ter um. Há também as que não têm, e as que tinham e perderam. Geralmente são estas últimas que vêem ao meu consultório para me contar que estão tristes ou que apresentam sintomas típicos de insónia, apatia, pessimismo, crises de choro, ou as mais diversas dores.

Elas contam-me que as suas vidas correm de forma monótona e sem perspectivas, que trabalham apenas para sobreviver e que não sabem como ocupar o tempo livre. Enfim, são várias as maneiras que elas encontram para dizer que estão simplesmente a perder a esperança. Antes de me contarem tudo isto, já tinham estado noutros consultórios, onde receberam as condolências de um diagnóstico firme: "Depressão"... além da inevitável receita do anti-depressivo do momento. Assim, depois de as ouvir atentamente, eu digo-lhes que elas não precisam de nenhum anti-depressivo. Digo-lhes que o que elas precisam é de um Amante!

É impressionante ver a expressão dos olhos delas ao receberem o meu conselho. Há as que pensam: "Como é possível que um profissional se atreva a sugerir uma coisa destas?!".

Há também as que, chocadas e escandalizadas, despedem-se e não voltam nunca mais. Às que decidem ficar e não fogem horrorizadas, eu explico-lhes o seguinte: Amante é "aquilo que nos apaixona". É o que toma conta do nosso pensamento antes de adormecermos, e é também aquilo que, às vezes, nos impede de dormir. O nosso Amante é o que nos mantém distraídos em relação ao que acontece à nossa volta. É o que nos mostra o sentido e a motivação da vida.

Às vezes encontramos o nosso amante no nosso parceiro, outras vezes, em alguém que não é nosso parceiro, mas que nos desperta as maiores paixões e sensações incríveis. Também podemos encontrá-lo na pesquisa científica ou na literatura, na música, na política, no desporto, no trabalho, na necessidade de nos transcendermos espiritualmente, numa boa refeição, no estudo, ou no prazer obsessivo do nosso passatempo preferido...
Enfim, Amante é "alguém" ou "algo" que nos faz "namorar" a vida e nos afasta do triste destino de "ir vivendo". E o que é "ir vivendo"?

"Ir vivendo" é ter medo de viver. É vigiar a forma como os outros vivem, é o deixarmo-nos dominar pela pressão, andar por consultórios médicos, tomar remédios multicoloridos, afastarmo-nos do que é gratificante, observar decepcionados cada ruga nova que o espelho nos mostra, é aborrecermo-nos com o calor ou com o frio, com a humidade, com o sol ou com a chuva. "Ir vivendo" é adiar a possibilidade de viver o hoje, fingindo contentarmo-nos com a incerta e frágil ilusão de que talvez possamos realizar algo amanhã.
Por favor, não se contentem com "ir vivendo". Procurem um amante, sejam também um amante e um protagonista da vossa vida...
Acreditem que o trágico não é morrer, porque afinal a morte tem boa memória e nunca se esqueceu de ninguém. O trágico é desistir de viver, por isso, e sem mais delongas, procurem um amante.

A psicologia, após estudar muito sobre o tema, descobriu algo transcendental:
"Para se estar satisfeito, activo, e sentirem-se jovens e felizes, é preciso namorar a vida".

 


Sexo dá indemnização

15 Setembro 2009 - 02h00 

Decisão: Marido indemnizado por mulher perder desejo sexual após acidente

Sexo dá indemnização (ACTUALIZADA)

O romântico amor platónico cai bem aos poetas, mas não calha bem com o dia-a-dia da nossa sociedade de hoje." A certeza é dos juízes-conselheiros do Supremo Tribunal de Justiça que entenderam indemnizar um funcionário judicial por a sua mulher, na sequência de um acidente de viação, ter perdido o desejo sexual. 

'Se o acidente de viação provocou lesões ao seu cônjuge que a impedem de ter relações sexuais, na medida em que isso afecta o casamento, sentindo-se o autor também afectado, está provado o nexo de causalidade entre o evento e o dano, que se configura como dano não-patrimonial', dizem os magistrados que, no total, atribuíram ao casal uma indemnização de 667 mil euros.

A falta de desejo sexual é invocada no mesmo acórdão para atribuir parte da indemnização à mulher, igualmente por danos não-patrimoniais: 'Uma vez que a sua qualidade de vida ficou profundamente afectada, os seus direitos conjugais amputados numa parte importante (...) e os seus projectos de ter mais filhos comprometidos'.

O acórdão, a que o CM teve acesso, conta a história de 'Maria', nome fictício, que, em 2003, foi vítima de um acidente de viação violento. Sofreu traumatismo craniano grave, esmagamento da massa encefálica e perfuração do crânio. Esteve internada 45 dias nos Cuidados Intensivos do Hospital de Braga e, ao regressar a Barcelos continuou em tratamentos de Neurologia, Ortopedia, Psiquiatria, Urologia, Cirurgia Plástica e Oftalmologia.

No mesmo acórdão lê-se ainda que 'Maria' era proprietária de uma fábrica têxtil e auferia mensalmente cerca de mil euros. A incapacidade total sofrida impede--a ainda de voltar a trabalhar, tendo o marido também estado de baixa médica durante cerca de um ano, com reflexos na subida da sua carreira profissional.

CALCULADA IDADE DE VIDA DA VÍTIMA ATÉ AOS 85 ANOS

Para calcular o montante de parte da indemnização (graças à necessidade de acompanhamento diário devido às lesões) o Supremo teve como pressuposto a diferença entre a data em que regressou a casa – 10/09/2003 – e os 85 anos 'tempo provável de duração de vida'. 'Considerar--se-á ainda um salário médio mensal de 600 €, tendo em conta não só o valor do salário mínimo nacional para 2008, como também a previsível necessidade que o auxílio da terceira pessoa se prolongue para além das oito horas da jornada de trabalho diária, sendo certo que o acompanhamento se há-de fazer mesmo aos fins-de-semana, feriados e férias', dizem os juízes que defendem o tempo de duração da despesa como sendo de 528 meses. 'Deste modo, esta parte da indemnização é fixada em 316 800 €', pode ler-se no acórdão.

INTERPRETAR O LEGISLADOR

Os juízes são claros no acórdão. A lei deve ser interpretada segundo os princípios racionais e não apenas analisada à letra. Por isso, não faz sentido, dizem, indemnizar alguém só em caso de morte. Um exemplo que referem é o facto de, por exemplo, uma criança sofrer ferimentos graves que a tornam incapaz para a vida adulta. Sofrerão menos os pais por ela não ter morrido?, perguntam os magistrados, concluindo que tal não faz sentido.

'Não se vê que este entendimento das coisas possa originar, como já se tem dito, a abertura duma tal ou qual caixa de pandora', acrescentam depois os magistrados, lembrando que os tribunais devem exigir 'sempre e em todos os casos que os danos morais sejam graves, medindo essa gravidade por padrões objectivos mais ou menos estritos'. A 'não-consumação do casamento é um desses casos graves', concluem.

PORMENORES

50 MIL POR IMPOTÊNCIA

Uma mulher vai ser indemnizada porque o marido ficou impotente num acidente de viação. A decisão foi tomada em Maio pelo Supremo Tribunal de Justiça, que condenou a seguradora do responsável pelo acidente ao pagamento de 50 mil euros.

JURISTA DEFENDE

Os juízes citam o jurista Jorge Duarte Pinheiro e a sua obra 'O Núcleo Intangível da Comunhão Conjugal'. 'O acto ilícito de terceiro que impossibilita uma pessoa casada de ter relações sexuais viola direitos de duas pessoas (...) o direito à integridade física de que é titular a «vítima principal», e o direito de coabitação sexual, pertencente ao cônjuge.'

DOIS ACÓRDÃOS

Em dois acórdãos, da Relação do Porto e de Coimbra, já se defendia que, se 'a lesão em causa ofende directamente o direito à sexualidade', esse direito deve ser encarado como um direito de personalidade dos envolvidos.

Tânia Laranjo

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Continha se faz favor!

 Vida de pobre ......
 
 Traga a continha, faz favor!


Conflito de gerações


Falando sobre conflitos de gerações, o médico inglês Ronald Gibson começou uma conferência citando quatro frases:

1. "
A nossa juventude adora o luxo, é mal-educada, despreza a autoridade e não tem o menor respeito pelos mais velhos. Os nossos filhos hoje são verdadeiros tiranos. Eles não se levantam quando uma pessoa idosa entra, respondem aos pais e são simplesmente maus."

2. "Não tenho mais nenhuma esperança no futuro do nosso país se a juventude de hoje tomar o poder amanhã, porque esta juventude é insuportável, desenfreada, simplesmente horrível."

3. "O nosso mundo atingiu o seu ponto crítico. Os filhos não ouvem mais os pais. O fim do mundo não pode estar muito longe."

4. "Esta juventude está estragada até ao fundo do coração. Os jovens são maus e preguiçosos. Eles nunca serão como a juventude de antigamente... A juventude de hoje não será capaz de manter a nossa cultura."

 


Após ter lido as quatro citações, ficou muito satisfeito com a aprovação que os espectadores davam às frases.

Então, revelou a origem delas:
- a primeira é de Sócrates (470-399 a.C.)
- a segunda é de Hesíodo (720 a.C.)
- a terceira é de um sacerdote do ano 2000 a.C.
- a quarta estava escrita em um vaso de argila descoberto nas ruínas da Babilónia e tem mais de 4000 anos de existência.

...Não mudou nada!

 

 

 


Eduardo Prado Coelho


 Não é novo, mas para lembrar! Antes de votar no dia 27, lembre-se desta reflexão...

 

 Eduardo Prado Coelho, antes de falecer (25/08/2007),

teve a lucidez de nos deixar esta reflexão, sobre nós todos,

que bem merece uma leitura atenta.


Precisa-se de matéria prima para construir um País
Eduardo Prado Coelho - in Público


A crença geral anterior era de que Santana Lopes não servia,

bem como Cavaco, Durão e Guterres.

Agora dizemos que Sócrates não serve.

E o que vier depois de Sócrates também não servirá para nada.

Por isso começo a suspeitar que o problema não está no trapalhão

que foi Santana Lopes ou na farsa que é o Sócrates.

O problema está em nós. Nós como povo.

Nós como matéria prima de um país.

Porque pertenço a um país onde a ESPERTEZA é a moeda

sempre valorizada, tanto ou mais do que o euro.

Um país onde ficar rico da noite para o dia é uma virtude

mais apreciada do que formar uma família

baseada em valores e respeito aos demais.

Pertenço a um país onde, lamentavelmente, os jornais jamais

poderão ser vendidos como em outros países, isto é,

pondo umas caixas nos passeios onde se paga por um só jornal

E SE TIRA UM SÓ JORNAL,
DEIXANDO-SE OS DEMAIS ONDE ESTÃO.


Pertenço ao país onde as EMPRESAS PRIVADAS são fornecedoras particulares

dos seus empregados pouco honestos, que levam para casa,
como se fosse correcto, folhas de papel, lápis, canetas, clips e tudo o que possa ser útil

para os trabalhos de escola dos filhos... e para eles mesmos.

Pertenço a um país onde as pessoas se sentem espertas porque
conseguiram comprar um descodificador falso da TV Cabo,

onde se frauda a declaração de IRS para não pagar ou pagar menos impostos.

Pertenço a um país:

-Onde a falta de pontualidade é um hábito;

-Onde os directores das empresas não valorizam o capital humano.

-Onde há pouco interesse pela ecologia, onde as pessoas atiram lixo nas ruas e, depois,

reclamam do governo por não limpar os esgotos.

-Onde pessoas se queixam que a luz e a água são serviços caros.

-Onde não existe a cultura pela leitura (onde os nossos jovens dizem que

é 'muito chato ter que ler') e não há consciência nem memória
política, histórica nem económica.

-Onde os nossos políticos trabalham dois dias por semana para aprovar projectos e leis

que só servem para caçar os pobres, arreliar a classe média

e beneficiar alguns.

Pertenço a um país onde as cartas de condução e as declarações médicas
podem ser 'compradas', sem se fazer qualquer exame.

-Um país onde uma pessoa de idade avançada, ou uma mulher com uma criança nos braços,

ou um inválido, fica em pé no autocarro, enquanto a pessoa que está sentada

finge que dorme para não lhe dar o lugar.

-Um país no qual a prioridade de passagem é para o carro

e não para o peão.

-Um país onde fazemos muitas coisas erradas,

mas estamos sempre a criticar os nossos governantes.

Quanto mais analiso os defeitos de Santana Lopes e de Sócrates,

melhor me sinto como pessoa, apesar de que ainda ontem

corrompi um guarda de trânsito para não ser multado.

Quanto mais digo o quanto o Cavaco é culpado, melhor sou eu como português,

apesar de que ainda hoje pela manhã explorei um cliente que confiava em mim,

o que me ajudou a pagar algumas dívidas.

Não. Não. Não. Já basta.

Como 'matéria prima' de um país, temos muitas coisas boas,

mas falta muito para sermos os homens e as mulheres que o nosso país precisa.

Esses defeitos, essa 'CHICO-ESPERTERTICE PORTUGUESA' congénita,

essa desonestidade em pequena escala, que depois cresce e evolui

até se converter em casos escandalosos na política, essa falta de qualidade humana,

mais do que Santana, Guterres, Cavaco ou Sócrates,

é que é real e honestamente má, porque todos eles são portugueses como nós,
 ELEITOS POR NÓS. Nascidos aqui, não noutra parte...

Fico triste.

Porque, ainda que Sócrates se fosse embora hoje,

o próximo que o suceder terá que continuar a trabalhar com a mesma matéria prima
 defeituosa que, como povo, somos nós mesmos.

E não poderá fazer nada...

Não tenho nenhuma garantia de que alguém possa fazer melhor,

mas enquanto alguém não sinalizar um caminho destinado a

erradicar primeiro os vícios que temos como povo, ninguém servirá.

Nem serviu Santana, nem serviu Guterres, não serviu Cavaco,

nem serve Sócrates e nem servirá o que vier.

Qual é a alternativa ?

Precisamos de mais um ditador, para que nos faça cumprir a lei

com a força e por meio do terror ?

Aqui faz falta outra coisa. E enquanto essa 'outra coisa' não comece

a surgir de baixo para cima, ou de cima para baixo, ou do centro para os lados,

ou como queiram, seguiremos igualmente condenados,

igualmente estancados... igualmente abusados !

É muito bom ser português. Mas quando essa portugalidade autóctone começa

a ser um empecilho às nossas possibilidades de desenvolvimento
como Nação, então tudo muda...

Não esperemos acender uma vela a todos os santos,

a ver se nos mandam um messias.

Nós temos que mudar. Um novo governante com os mesmos portugueses

nada poderá fazer.

Está muito claro... Somos nós que temos que mudar.

Sim, creio que isto encaixa muito bem em tudo o que anda a acontecer-nos:

Desculpamos a mediocridade de programas de televisão nefastos e,
francamente, somos tolerantes com o fracasso.

É a indústria da desculpa e da estupidez.

Agora, depois desta mensagem, francamente, decidi procurar o responsável,

não para o castigar, mas para lhe exigir (sim, exigir)
que melhore o seu comportamento e que não se faça de mouco,

de desentendido.

Sim, decidi procurar o responsável e ESTOU SEGURO DE QUE O ENCONTRAREI
 QUANDO ME OLHAR NO ESPELHO.

AÍ ESTÁ. NÃO PRECISO PROCURÁ-LO NOUTRO LADO.

 E você, o que pensa ?... MEDITE !


EDUARDO PRADO COELHO

 

 

 

 

 

 

 

 



domingo, 13 de setembro de 2009

António Feio -- parece anedota, mas não é...!!!


 

 António Feio---parece anedota, mas não é....!!!

 

Parece anedota mas não é.
É contada na 1ª pessoa e com algum sentido de humor porque de um humorista se trata, mas poderia ter sido bem mais dramática se não fosse detectado o
erro humano a tempo e horas. Senão vejamos. Ou antes... passemos à leitura do caso contado por António Feio que, como todos sabemos, anda a contas com um bichinho malvado que lhe quer causar estragos e que ele quer debelar com muita determinação e força.

 "Na semana passada fiz a minha primeira sessão de quimioterapia.
O meu Oncologista receitou-me um medicamento para os enjoos (SOS) que eu muito cautelosamente fui comprar à farmácia. Eram 13h30 e estava eu à porta da Farmácia para aviar a receita. Para espanto meu, percebo que a Farmácia fecha à hora de almoço. Ok. A solução era voltar uma hora mais tarde e assim o fiz.
Quando voltei pouco antes das 14h30 (hora de reabrir) esperei que a porta abrisse. Esperei e continuei a esperar até às 14h45. E lá chegou uma senhora a falar ao telemóvel que devia estar a tratar de um assunto muito importante porque a porta primeiro que abrisse ainda demorou mais uns cinco minutos.
Finalmente consegui entregar a receita à senhora da Farmácia. Confesso que o ar da senhora era no mínimo assustador. A receita (ainda a tenho comigo, assim como o recibo do remédio) tinha escrito METOCLOPRAMIDE.
Paguei e vim-me embora.
Durante esse dia e os seguintes, os tais sintomas de enjoos e náuseas provocados pela quimioterapia deitaram-me completamente abaixo. Fui mesmo obrigado a cancelar os espectáculos que tinha a norte do País.
Na sexta-feira fui ter com o meu oncologista para lhe pedir qualquer coisa que me aliviasse o mal estar. Ele assim o fez e receitou-me um outro remédio que comecei a tomar logo e que rapidamente começou a fazer efeito. No Sábado, Domingo e Segunda, voltei a sentir-me bem.
Hoje fui novamente ao Hospital para fazer a segunda sessão de quimioterapia e, qual não é o meu espanto, quando falava do meu estado de má disposição da semana passada e mostrava os comprimidos que andava a tomar, quando percebi que o remédio que eu andava a tomar para os enjoos não era para os enjoos mas sim para a Diabetes. Em vez do tal METOCLOPRAMIDE, estava a tomar METFORMINA.
A senhora da Farmácia tinha-me, pura e simplesmente, dado um medicamento errado.
Não só passei vários dias a tomar um remédio que não me aliviava, como ainda por cima, me diminuía os níveis de açúcar no sangue!!!
Podia só ter tido um ataque de hipoglicemia.
Este texto é só um desabafo.
Agora saiam da frente que eu vou ali abaixo "TRATAR DA SAÚDE" à senhora da Farmácia. Ou não fosse hoje o DIA MUNDIAL DA SAÚDE (LOL)"
Parece uma "Conversa da Treta" mas foi de verdade! Dá para acreditar? Como é possível existir pessoas com tamanha incapacidade para o bom desempenho das suas funções profissionais? Em lugares como este não é suposto estar alguém de idoneidade comprovada para a função? Assim... não!!!! Sempre ouvi dizer que: - "com a saúde não se brinca"

 

 

 




 







 



Apito vermelho


Não se passa nada...
 

O delegado João Pedro Simões Dias foi punido com uma suspensão de 18 meses pela Comissão Disciplinar da Liga, devido à adulteração intencional do relatório do jogo Benfica-Nacional da época passada.

 O delegado da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) no Benfica-Nacional da última época foi suspenso por 18 meses, devido à "falsificação" do relatório do jogo. A decisão foi hoje anunciada pela Comissão Disciplinar, em virtude do comportamento do delegado João Pedro Simões Dias, que "intencionalmente" não referiu a postura de Nuno Gomes, que viria a ser punido pelo árbitro Pedro Henriques com dois jogos de castigo e multa de mil euros por "factos ocorridos no jogo e infracção disciplinar". O encontro ficou marcado por um golo anulado ao Benfica nos últimos minutos, com a partida a terminar empatada (0-0).

"Tal delegado presenciou, após o jogo, no túnel de acesso aos balneários e junto da equipa de arbitragem, comportamentos injuriosos de agentes desportivos e tais comportamentos lhe foram comunicados pela mesma equipa de arbitragem", adianta o acórdão da Comissão Disciplinar da Liga.
 
Isto já para não falar no comportamento do "grande senhor do futebol mundial" Rui Costa nos túneis de acesso aos balneários.
Imaginem que tinha sido o Paulo Bento... ui ui.
 
Uns só são apanhados através de escutas outros é à descarada (à benfica) e os outros são os calimeros.